Please reload

Posts Recentes

Carne vermelha aumenta risco para Câncer?

É comum essa dúvida, principalmente pelo alarde causado nos últimos anos por iniciativas que promovem o veganismo de forma desleal cientificamente (COF! WHAT THE HEALTH! COF!). Porém, como quase tudo na vida, depende.

 

A maioria dos estudos analisa o consumo de carne vermelha como um todo, sem excluir aquelas mais processadas, onde são adicionados nitratos, como salsicha, linguiça, bacon,  presunto. 
Outro fator que confunde é o sujeito analisado ser fumante ou não, já que o uso do cigarro foi relacionado com uma disposição genética que aumenta o risco (1,2).


Muitos dos estudos que encontram risco com o consumo de carne vermelha mostram que os grandes consumidores destas carnes possuem IMC mais alto, comem menos vegetais e frutas, consomem mais álcool e possuem um nível educacional mais baixo (3). 

 

Alguns compostos produzidos pelas carnes imersas em frituras e de churrasco, como Aminas heterocíclicas e os Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos também são relacionados ao câncer. Logo a longa exposição a altas temperaturas é fator de risco.

 

Quando os estudos medem o consumo de fibra, não encontram associação da carne vermelha com risco para câncer colorretal (4). Mais do que isso, quando se controla a ingestão de vegetais e principalmente frutas, é visto um efeito preventivo mesmo com o consumo de carne vermelha (3,5).

 

Concluindo, vemos vários fatores de confusão na determinação dos resultados, tanto na forma do consumo das carnes, quanto nos tipos delas, no consumo ou não de outros alimentos que diminuem ou podem aumentar os riscos, além do próprio estilo de vida, como cigarro, obesidade e sobrepeso, e atividade física. 

 

Se mantiver um estilo de vida saudável, com consumo de frutas, vegetais, peso adequado, carnes mais cozidas e menos processadas, sem fumar e com bons níveis de atividade física, a preocupação com o consumo de carnes vermelhas é desnecessária. 

 

1- Well-done red meat, metabolic phenotypes and colorectal cancer in Hawaii.
2- Combined effects of well-done red meat, smoking, and rapid N-acetyltransferase 2 and CYP1A2 phenotypes in increasing colorectal cancer risk.
3-  Red and processed meat consumption and the risk of esophageal and gastric cancer subtypes in The Netherlands Cohort Study . 
4- Associations of red meat, fat, and protein intake with distal colorectal cancer risk.
5- Fruits, vegetables and the risk of cancer: a multisite case-control study in Uruguay. 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Me siga nas redes sociais:

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon