Please reload

Posts Recentes

Dietas vegetarianas, veganas e saúde óssea

 

Uma meta-análise recente avaliou o consumo de dietas onívoras, vegetarianas e veganas e saúde óssea, chegando a conclusão de que dietas vegetarianas e veganas aumentam o risco para fraturas ósseas e para baixa densidade mineral óssea (1). Não deveria ser surpresa, afinal quando analisamos de maneira populacional, vemos que muitas delas são baixas em nutrientes que participam do metabolismo ósseo como cálcio, proteína, vitamina B12 e até mesmo zinco e ômega-3, embora o papel de alguns não seja tão bem esclarecido (2-4).

 

A meta-analise envolveu 20 estudos bem delineados comparando sempre dietas vegetarianas ou veganas com oníveras em várias populações e com amplo alcança de idade, indo de jovens até idosos. É interessante citar isso pois alguns estudos anteriores não demonstraram diferenças entre os tipos de dieta nesse aspecto.

 

Há aí alguns fatores que podem confundir, como por exemplo a idade, onde o risco para fraturas aumenta em idosos até mesmo pelo baixo aporte proteico (5,6). Outro fator é comparar dietas vegetarianas e veganas, quando sabemos que vegetarianas costumam ter mais proteína, cálcio e até B12, vitamina importante que evita o excesso de homocisteína, aminoácido que pode atuar no aumento de reabsorção óssea (7).

 

Mais um fator que pode alterar os resultados finais é a população estudada. E daí que vem aquela velha história de que asiático não consome leite de vaca e tem baixo risco pra fraturas. Alguns estudos mostram que tal população tem ossos menores porem mais fortes e densos (8-10) além de consumirem produtos ricos em soja, que são fontes de cálcio, proteína e fitoestrógenos, que também atuam na saúde óssea, fazendo com que o impacto de dietas vegetarianas ou veganas seja menor nesta população.

 

Portanto, sim, dietas baixas em produtos animais ou ao menos nos nutrientes relatados, podem aumentar o risco para fraturas e baixa densidade mineral óssea quando avaliamos idade e etnia. Há também outros fatores de risco que causam confusão em alguns estudos como níveis de vitamina D, atividade física, fumo, alcoolismo, portanto é interessante avaliar isso também.

 

Caso siga um estilo de vida vegano ou vegetariano, adapte sua dieta para conter boas quantidades desses nutrientes ou mesmo suplemente caso necessário.

 

1- Nutrition Reviews, , nuy045,

2- Am J Clin Nutr.  2014;100(suppl 1):329S–335S.

3- Am J Clin Nutr.  2009;90:1674–1692.

4- Am J Clin Nutr . 2017;105:1528–1543.

5- Am J Clin Nutr.  2005;81:1423–1428.

6- J Clin Endocrinol Metab.  2004;89:1169–1173.

7- Clin Chem Lab Med.  2013;51:579–590.

8- Osteoporos Int.  2017;28:549–55

9- J Bone Miner Res.  2008;23:121–130.

10- Bone Res.  2014;2:14009.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Me siga nas redes sociais:

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon